PUBLICAÇÕES



NEWSLETTER
Receba as nossas novidades por e-mail! Clique aqui.

Geral - 12/06/2017

Possível contribuição da teologia da Reforma para a América Latina. Aproximações críticas

Síntese: O Autor é leitor interessado na teologia de Lutero, não um especialista. Aborda no presente texto um tema que o acompanha desde muito e a partir de sua inserção na vida da igreja cristã e no contexto da América Latina, considerando suas alegrias e tristezas, a opressão dos povos e o menosprezo pela vida das pessoas mais débeis e vulneráveis, além do uso irresponsável do meio ambiente por parte de nossas sociedades. Vivemos tempos cruéis, nos quais o sistema mundial se torna cada vez mais violento, especialmente contra povos indígenas, quilombolas, pobres da cidade e do campo, mulheres, crianças, pessoas com deficiência e idosas, além daquelas que vivem fora dos padrões impostos pelas maiorias. Que teologia ou mensagem pode colaborar para o renascimento da esperança entre nós? Haverá na teologia da Reforma Protestante do século 16 e, particularmente, na teologia de Lutero algo que nos sirva de inspiração para nossa caminhada atual? Que contribuição nossas igrejas podem oferecer neste momento histórico? O texto intenta resgatar, a partir de uma perspectiva protestante crítica, algo da radicalidade daquele movimento que celebra 500 anos em 2017. O olhar aqui proposto se coloca a partir da periferia do sistema dominante, a partir da gente invisível que, paradoxalmente, guarda em sua vida de lutas e sonhos algo da chama da fé por debaixo das cinzas do tempo.

Palavras-chave: Teologia de Lutero. Teologia latino-americana. América Latina. Realidade eclesial e social. Desafios.

Abstract: The author is a reader interested in the Theology of Luther, not an expert on the subject. In the present article, he deals with a theme that has been accompanying him for a long time, in fact since his insertion in the life of the Christian Church and in the Latin American context. He has considered its moments of joy and of sadness, the oppression of its peoples and the contempt for the life of the most fragile and vulnerable besides the irresponsible use of the environment by our societies. We are going through cruel times, in which the world system gets increasingly violent, especially against indigenous peoples, quilombos, the urban and rural poor, women, children, the old and the disabled, besides those who live outside the standards imposed by the majorities. What theology or message can help towards the rebirth of hope among us? Will there be in the theology of the Protestant Reform of the 16th century and, particularly in the Lutheran theology, something that may serve as inspiration for our present journey? Which contributions can our churches offer in this historical moment? The article intends to rescue, from a critical Protestant perspective, something of the radicalism of that movement that celebrates its 500th anniversary in 2017. The view we propose here is that of the periphery of the ruling system, of those invisible people who, paradoxically, maintain in their lives of struggles and dreams a bit of that flame of faith under the ashes of time.

Keywords: Lutheran theology. Latin-American theology. Latin America. Ecclesial and social reality. Challenges.

 

Pelo Pr. Dr. Prof. Roberto Ervino Zwetsch

São Leopoldo, RS



Compartilhe: