PUBLICAÇÕES



NEWSLETTER
Receba as nossas novidades por e-mail! Clique aqui.

Institucional

 

Histórico

3-1898

Em 1873, a pedido da colônia alemã de Petrópolis, liderada pelo Padre Theodoro Esch, coadjutor da matriz, a Câmara Municipal, com aprovação do Imperador D. Pedro II, concedeu o terreno do antigo cemitério para a construção de uma igreja, escola e residência do sacerdote. Em 1874, foi inaugurada a igreja dedicada ao Sagrado Coração de Jesus. Vindos da Alemanha e procedentes da Bahia, chegaram à Petrópolis os primeiros quatro frades, em janeiro de 1896. Em novembro desse mesmo ano, Petrópolis recebeu os seis primeiros “clérigos”, para continuarem seus estudos de “humanidades” (1896/1897), de Retórica e Filosofia (1898) e de Teologia (1899): estava fundado o Instituto Teológico Franciscano. Foi o início de uma longa e frutuosa história, pois ali não só se formaram praticamente todos os sacerdotes e religiosos da Província da Imaculada Conceição do Brasil, como também muitos outros sacerdotes e frades de outras Províncias Franciscanas do Brasil e do exterior, sacerdotes seculares, religiosos e religiosas de outros Institutos e Congregações Religiosas, e, nas últimas décadas, inúmeros leigos e leigas.

Ao longo de sua história centenária, o Instituto Teológico 4-1901Franciscano, através de seus ex-alunos e professores, fez com que sua influência fosse marcante na sociedade brasileira. Esta presença se deu tanto pelo trabalho humilde e anônimo de agentes de pastoral, de missionários e sacerdotes em paróquias, santuários e escolas, com uma variada gama de atividades, como também pelos numerosos bispos escolhidos para dirigir dioceses espalhadas pelo Brasil. Dentre outros, destacamos a figura do Cardeal e Arcebispo emérito de São Paulo, Dom Paulo Evaristo Arns.

A escolha desses prelados, e sua atuação junto ao Povo de Deus atestam a seriedade dos estudos buscada pelo Instituto Teológico Franciscano de Petrópolis. Estes bispos, além de sua missão religiosa, desempenharam um inegável papel na formação da cidadania de nosso povo.

O Instituto Teológico Franciscano também teve uma presença acentuada nas Universidades Brasileiras. Vários de seus ex-alunos foram buscar uma especialização nas Universidades da Europa e dos Estados Unidos e, depois, ocuparam ou estão ocupando cátedras em nossas Universidades.

7-1997-98A partir de 1992, devido à necessidade de novos espaços, a mantenedora adquiriu o antigo Colégio São Vicente, situado à Rua Coronel Veiga, 550. Estavam sendo dados passos importantes para uma nova etapa na história do Instituto Teológico Franciscano. A mudança para a nova sede deu-se no ano de 2001. Concomitante à mudança, iniciou-se o processo que culminaria com a oficialização dos estudos de Teologia junto ao MEC. No dia 30 de setembro de 2000 foi dada a entrada no Processo de Credenciamento, bem como no Processo de Autorização do bacharelado em Teologia.

No dia 27 de março de 2002, através da Portaria n° 933 (Diário Oficial da União, 28/03/02), o Ministro da Educação, Paulo Renato Souza, credenciou o Instituto Teológico Franciscano. Na mesma data, através da Portaria n° 934 (Diário Oficial da União, 28/03/02), o mesmo Ministro autorizou o curso de Teologia, nível de Bacharelado, ministrado pelo ITF. No dia 28 de março foi publicado o Edital do Processo Seletivo. O primeiro Processo Seletivo realizou-se nos dias 16 e 17 de abril e o primeiro ano acadêmico da Faculdade de Teologia teve início oficial no dia 22 de abril de 2002.

Entre 29 de setembro e primeiro de outubro de 2005 o ITF recebeu a visita oficial dos avaliadores do MEC, em vista do Reconhecimento do curso de Teologia. O ITF correspondeu de modo plenamente satisfatório a todos os quesitos estabelecidos pelos avaliadores. O resultado desta visita foi a Portaria 965 de 28/04/2006, publicada no Diário Oficial da União em 02/05/06. Uma visita para recredenciamento programada para 2007, e realizada no ano de 2008, confirmou o resultado anterior.

Outro fato importante nos anos recentes da história do ITF foi sua filiação à Pontifícia Universidade Antonianum, de Roma. Após várias rodadas de negociação, contando com a visita de autoridades daquela Instituição e o Instituto foi reconhecido como afiliado à PUA, através do Protocolo n° 89/2006, em Convenção datada de 14/03/06. Através dessa afiliação os estudantes que fizerem o exame de bacharelado diante do delegado do Antonianum terão seu título reconhecido por aquela Universidade Pontifícia. No fim do ano letivo de 2010, três estudantes do 4o ano se submeteram ao Exame de Bacharelado, sendo assim a primeira turma a ter o título duplamente reconhecido: pelo MEC e pela Pontifícia Universidade Antonianum.

Em janeiro de 2005 também se iniciou a primeira turma do curso de Pós- graduação Lato Sensu em Espiritualidade, ecologia e educação: uma abordagem transdisciplinar. Esta turma concluiu seus estudos em janeiro de 2007. Em janeiro de 2008 uma nova turma iniciou o curso.

Durante o ano de 2006 foram dados os primeiros passos para a abertura de um outro curso de Pós-graduação no ITF. Depois de ponderações, decidiu-se abrir um curso de especialização em Evangelização. No ano de 2007, o ITF submeteu o pedido ao Senado Acadêmico do Antonianum, que comunicou a autorização, no final daquele mesmo ano. Com o título Master em Evangelização: interpelações e perspectivas franciscanas, o curso é aberto a toda a América Latina e como também a outros continentes, com titulação expedida pelo Antonianum.8-2000

Além de contar com uma sede que dispõe de excelente logística, o ITF tem um corpo de professores de alto nível. Outra riqueza da instituição é sua biblioteca: uma das melhores do gênero na América Latina, contando atualmente com mais de 125.000 títulos, entre livros e periódicos, a maioria deles encadernados.

Pelo que foi exposto, podemos afirmar que o ITF continua sendo fiel ao imenso e rico patrimônio construído nestes 117 anos de história, buscando oferecer a seus estudantes uma formação acadêmica de boa qualidade humano-teológica. Ao mesmo tempo, atentos aos sinais dos tempos, professores e dirigentes do ITF sabem que precisam buscar formas novas e criativas para bem corresponder aos anseios atuais. A constante busca da excelência no ensino da Teologia, a abertura de novos cursos, bem como a abertura ao diálogo com vários setores da sociedade, são alguns dos meios que ajudam a atingir os objetivos desta instituição.

Salão Acadêmico

005-35

O Instituto Teológico Franciscano (ITF) possui um Salão Acadêmico com estrutura ampla, moderna e funcional. O local oferece total acessibilidade a portadores de necessidades especiais. Com capacidade para 350 pessoas sentadas, o salão conta com completa instalação de audiovisual, oferecendo telão, projetor de imagens e sonorização.

Além de toda comodidade, o ITF oferece um belo visual aos visitantes, com sua área arborizada e seus jardins bem cultivados. O espaço pode ser utilizado para a realização de palestras, cursos, solenidades de formatura (foto) e outros eventos.

Mais informações podem ser obtidas na Secretaria do ITF, pelo telefone (24)2243-9959.

Endereços

Eletrônico:
– E-mail: biblioteca@itf.org.br
– Site: www.itf.org.br

Postal:
Instituto Teológico Franciscano – Biblioteca
Rua Coronel Veiga, 550 – Centro
25655-151 Petrópolis, RJ – (BRASIL)

Telefone e fax:
Tel.: (0xx24) 2243-9959
Fax: (0xx24) 2231-6409


Sala dos estudantes

Um ambiente onde os alunos podem descansar, trocar idéias, fzer trabalhos em gupo, ler ou bater um papo descontraído. Com objetivo de oferecer um espaço próprio aos alunos, a Sala dos Estudantes conta ainda com dois banheiros, um lavabo, além de publicações diversas à disposição e um computador conectado à internet.

Endereços

Eletrônico:
 Site: www.itf.org.br

Postal:
Instituto Teológico Franciscano – Biblioteca
Rua Coronel Veiga, 550 – Centro
25655-151 Petrópolis, RJ – (BRASIL)

Telefone e fax:
Tel.: (0xx24) 2243-9959
Fax: (0xx24) 2231-6409


Biblioteca

Descrição

Além de testemunhar a respeito do imaginário e da atividade de uma pessoa, entidade ou de toda a coletividade, toda Biblioteca é ou pode vir a ser um laboratório cultural.

Especificamente, a Biblioteca do ITF atesta o pensar e o agir desta entidade numa retrospectiva hoje com 113 anos. Ora, sendo a identidade maior do pensar e do agir do Instituto de caráter teológico, a Biblioteca é considerada como uma biblioteca especializada. Especializada na área teológica do saber humano.

Seu acervo é constituído por cerca de 120.000 volumes, cobrindo, além das principais áreas tipicamente teológicas, algumas áreas de ciências afins ou humanas. Compõe-se principalmente por livros redigidos em diversas línguas modernas, por um bom número de raros, e por cerca de 1089 títulos de revistas – uma de suas riquezas. Empiricamente, este acervo foi sendo constituído a partir de doações, aquisições e, em grande parte, de permutas havidas entre revistas coordenadas pela conjugação Instituto-Editora Vozes-Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil e periódicos de outras entidades do Brasil e do estrangeiro.

Uma Biblioteca “migrante”

Enquanto espaço físico-cultural, a Biblioteca acumula em sua história, o seguinte itinerário: tudo começou, em 1896, como um pequeno acervo de livros, disponibilizado aos frades professores, numa sala-de-convivência.

No início da década de 40, o acervo passou para uma sala de aula e, como ali não cabia, transbordou pelos corredores adjacentes. Nesta ocasião um dado significativo: passou a ser disponibilizada tanto para docentes e como para discentes.

No início da década de 60, como parte de uma necessidade de espaço e, principalmente, de um projeto de expansão do Instituto que não chegou a se concretizar plenamente, foi acomodada numa sala concebida como armazém de livros da Editora Vozes.

Finalmente, no final de 2001 e inícios de 2002 foi transferida e alojada, juntamente com o conjunto do Instituto, para novo endereço e novas instalações, finalmente concebidas para os usuários e para o acervo. Esta transferência e novas condições físicas coincidem com uma maior autonomia administrativa do Instituto e com a autorização da Teologia por ele ministrada em Faculdade de Teologia.

Quanto à organização do acervo, constatamos o seguinte itinerário: conforme as necessidades, começou com uma organização informal. Na década de 40 passou a ser organizada dentro de um sistema alfa-numérico e um fichário, desenvolvidos internamente. A administração, antes do corpo de professores, passou a ser feita por um professor ad hoc encarregado e por frades estudantes. Frei Constantino Koser, ex-ministro geral e membro da fraternidade, ocupa lugar de destaque no desenvolvimento deste itinerário, tanto, em geral, por seu apreço pelos estudos, por seu zelo e carinho para com a biblioteca, pela organização alfa-numérica implantada e pelo aumento de seu acervo. Este interesse e carinho conservou-os intactos até o final de sua vida em 2000, aos 88 anos de idade! Finalmente, embora conservando a estrutura organizativa que lhe tinha sido imprimida, encontra-se hoje em adiantado processo de informatização, administrada não mais somente por frades, mas também com profissionais da área.

Poderíamos concluir a evolução de alguns aspectos de seu itinerário,destacando a passagem de uma administração e concepção caseiras para uma administração e concepção profissionalizantes.

Consulta
O acesso à Biblioteca é garantido a todos os interessados. Normalmente, porém, seu acervo é consultado, por estudiosos de graduação ou pós-graduação em áreas teológicas ou afins.

Horários de funcionamento:
Segunda a sexta-feira: das 7:30 às 17:30 hs

Endereços:
Eletrônico:
– E-mail: biblioteca@itf.org.br
– Site: www.itf.org.br

Postal:
Instituto Teológico Franciscano – Biblioteca
Rua Coronel Veiga, 550 – Centro
25655-151 Petrópolis, RJ – (BRASIL)

Telefone e fax:
Tel.: (0xx24) 2243-9959
Fax: (0xx24) 2231-6409



Compartilhe: