PUBLICAÇÕES



NEWSLETTER
Receba as nossas novidades por e-mail! Clique aqui.

Destaques, Notícias - 07/07/2017

Ecologia, ética sócio-econômica e diálogo interreligioso

III Encontro dos Sábados Franciscanos

Sábados Franciscanos

Neste dia 01 de julho, ocorreu no ITF, o III Encontro dos Sábados Franciscanos, ministrado por Frei Fábio Cesar Gomes, tendo sido abordada a temática Ecologia, ética sócio-econômica e diálogo interreligioso. A formação foi iniciada tratando da Educação e espiritualidade ecológicas abordadas na carta encíclica Laudato Si’ (LS), do papa Francisco, enfatizando-se a expressão “conversão ecológica” que, por sua vez, “comporta deixar emergir, nas relações com o mundo que nos rodeia, todas as consequências do encontro com Jesus” (LS 217).

Para Francisco de Assis, a espiritualidade não tem haver com algo que diz respeito somente à alma humana, mas, a todo o ser da pessoa. Nas entrelinhas da LS, a espiritualidade ecológica que o papa apresenta é, de certa forma, a valorização e a apresentação da espiritualidade franciscana como proposta de conversão cristológica que se manifesta também como conversão ecológica.

A propósito da ética sócio-econômica, foi ressaltada a valorização do dom de cada pessoa que consiste em valorizar o que cada uma possui para contribuir nas relações humano-cósmicas, o que Francisco de Assis chamará de “o bom frade menor”: aquele que possui em si o melhor de cada frade. Em outras palavras, a “fraternidade perfeita” é aquela que valoriza o melhor de cada frade, que acolhe e valoriza o dom de cada pessoa.

Sábados franciscanos 3 encontro

Como parte da ética-socioeconômica também foi dada ênfase ao dom do trabalho ou à graça de trabalhar como é apresentada no capítulo 5 da Regra Bulada da Ordem dos Frades Menores. O dom de trabalhar como possibilidade de participar da obra criadora de Deus, sem apropriar-se de nada (Regra Bulada, 6) e restituindo os bens ao Senhor a quem tudo pertence (Regra não Bulada, 17), valorizado em primeiro lugar a pessoa e não o dinheiro.

Sobre o diálogo interreligioso, foi apresentado o contexto de guerras e disputas em que se encontrava Francisco de Assis: em âmbito local eram disputas de classe entre os Maiores  e os Minores, em âmbito regional, era a guerra entre Assis e Perúgia e, mundialmente, a guerra entre cristãos e muçulmanos. Imerso nesse contexto, Francisco de Assis aponta para uma outra direção e inaugura a possibilidade de diálogo entre as religiões cristã e islâmica, tornado-se presença pacífica e testemunhal de sua fé entre os muçulmanos e causando grande admiração do Sultão por sua pessoa.

Concluídos os três encontros que constituíram os Sábados Franciscanos, houve a solicitação para que estes estudos sejam continuados no segundo semestre para que, assim, se possa ampliar e aprofundar os estudos das Fontes Franciscanas e Clarianas.

Dessa forma o ITF agradece a todas as pessoas que participaram das formações, as que ajudaram na logística e organização dos encontros e a Frei Fábio Cesar Gomes, OFM, pela disponibilidade e explanação das temáticas.

 

Texto/fotos: Aldo Luciano Corrêa de Lima, antropólogo e aluno do Master em Evangelização no ITF.



Compartilhe: