PUBLICAÇÕES



NEWSLETTER
Receba as nossas novidades por e-mail! Clique aqui.

Destaques, Notícias - 10/08/2017

A complexidade da pastoral urbana

Texto/Fotos: Neuci L. Silva

Master M

Dando sequência ao curso, os alunos do Master em Evangelização, entre os dias 07 e 10 de agosto, contaram com a assessoria de Dom Joel Portella Amado, bispo-auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro.

A complexidade da pastoral urbana foi o tema norteador das aulas que trataram de questões relevantes para a evangelização. Os quatro dias propiciaram uma profunda reflexão acerca do anúncio do evangelho nas grandes cidades.

Em constante diálogo com os estudantes, Dom Joel – que tem experiência na área de Teologia, com ênfase em Antropologia Teológica e Teologia Pastoral – abordou as urgências da ação evangelizadora no Brasil, a realidade do Rio de Janeiro e o serviço prestado pela Igreja nos grandes centros urbanos.

bispo

De acordo com o prelado, o trabalho desenvolvido pela Igreja a serviço da vida em uma grande cidade possui dois eixos: as questões sociais e as questões ecológicas. No âmbito social procura-se combater a pobreza, a exclusão e a violência e promove-se o acesso à educação como meio para o ingresso no mercado de trabalho. Aspectos como o acesso à moradia, à saúde e aos meios de transporte também são pontos que merecem atenção por parte da Igreja. No tocante à ecologia, o bispo destacou cinco problemas importantes: lixo; saneamento básico; água potável; poluição industrial; e desmatamento.

Dom Joel Portella ressaltou que a pastoral urbana é “uma realidade complexa que desafia no âmbito ‘cultural’, entendendo-se cultural como ‘visão de mundo’, ‘postura diante da vida’. O processo evangelizador transforma a mentalidade. Quando o evangelho ilumina a cultura, ele valoriza aquilo que é do Reino de Deus na(s) cultura(s), mas também questiona o que houver de negativo, nela(s)”.



Compartilhe: